builderall

Mais de 1 bilhão de pessoas são vítimas da fome em todo o mundo

Você pode ajudar.

Mais de 1 bilhão de pessoas são vítimas da fome em todo o mundo

Você pode ajudar.

Oferecer respostas ao desafio da fome no mundo sempre fez parte da agenda de Missões Mundiais. Mas em um momento de pandemia e recessão econômica, a missão tornou-se ainda mais desafiadora.
 

Estimativas da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura) apontam que a pandemia elevou para cerca de 1,2 bilhão o número de pessoas dentro do quadro de insegurança alimentar (quando não há acesso ao alimento em quantidade e qualidade suficientes para uma vida saudável). Os dados apontam ainda que 265 milhões de pessoas em todo o mundo enfrentam fome severa (quando há risco de morte em decorrência direta da falta de comida).

Em uma ação emergencial, a JMM levou ao povo brasileiro a necessidade de países mais afetados pelos impactos econômicos da pandemia, através do programa Há Fome no Mundo. Centenas de pessoas abraçaram esta causa.

Mas as necessidades não param e precisamos seguir atentos a elas. Para isso, Missões Mundiais conta com o seu envolvimento. Faça uma oferta a partir de R$ 40,00 e ajude a colocar comida no prato e dignidade na alma de pessoas que precisam de uma resposta às suas necessidades mais urgentes.

QUEM SOMOS

O programa Há Fome no Mundo (HFM) tem por objetivo sanar as dificuldades de alimentação entre os mais vulneráveis por meio da doação de cestas básicas. Em cerca de 2 meses, o programa já atendeu a famílias da Colômbia, Haiti, Moçambique, Níger, São Tomé e Príncipe e Venezuela com a distribuição de mais de 12 toneladas de alimentos.

Num primeiro momento o HFM foi um socorro emergencial às pessoas de diversos países. Mas foi inevitável que seguíssemos acompanhando as pessoas beneficiadas em cada local para compreender como é possível promover ações de desenvolvimento comunitário. Assim, o HFM desenvolve atividades que ajudam a comunidade a se desenvolver, utilizar recursos próprios e alcançar melhores níveis de segurança alimentar, que é a garantia ao acesso à alimentação todos os dias, em quantidade suficiente e com a qualidade necessária.

COMO ATUAMOS

Todas as ofertas arrecadadas através do programa Há Fome no Mundo são convertidas em alimentos adquiridos nos países onde serão distribuídos. O trabalho de entrega destes itens é feito por uma equipe coordenada por um missionário da JMM na região.

Em cerca de 2 meses, o programa já atendeu a famílias da Colômbia, Haiti, Moçambique, Níger, São Tomé e Príncipe e Venezuela com a distribuição de mais de 12 toneladas de alimentos.

A prioridade é atender a crianças matriculadas no PEPE (programa socioeducativo) e suas respectivas famílias. No entanto, a expectativa é poder alcançar muito mais pessoas que hoje sofrem as consequências da falta de renda para a compra de comida.

As crianças são o grupo mais vulnerável à desnutrição e outras complicações decorrentes da fome. Por isso, elas estão entre as nossas prioridades de atendimento. Dados de Instituições Médicas indicam que cerca de 50% das mortes de crianças menores de 5 anos têm como causa a desnutrição ou doenças associadas.

AÇÕES JÁ REALIZADAS

Missionários do Haiti já fizeram um curso de hortas urbanas e estão realizando testes e se organizando para implantar o projeto na comunidade e incentivar a produção local de legumes e verduras. As hortas serão boas fontes de alimentos saudáveis para as famílias e também podem ajudar na complementação de renda.

Em Moçambique e São Tomé e Príncipe, comunidades estão sendo capacitadas através de um vídeo sobre alimentação infantil e nutrição.

Também foi viabilizada a produção de farinhas enriquecidas para complementar a alimentação das crianças em 23 unidades do PEPE na Venezuela. As crianças passaram por avaliação nutricional para verificar ainda a necessidade de intervenções nutricionais mais específicas e intensas.

No Níger, inicialmente 72 famílias que perderam suas casas durante enchentes foram beneficiadas com cestas básicas.

DOE
AGORA

Especialistas dizem que a Covid-19 está aumentando a fome em um mundo já faminto e que, por dia, cerca de 12 mil pessoas podem morrer, em decorrência dos impactos sociais e econômicos causados pela pandemia!

Qual a sua resposta a esta trágica previsão?

O desafio não é simples, mas trabalhamos para que juntos possamos vencê-lo, mobilizando pessoas de todo o Brasil. Missões Mundiais acredita que as ações feitas agora repercutirão para a eternidade.

Hoje há fome no mundo. Mas amanhã a realidade poderá ser diferente, se você tomar uma atitude neste momento.

Doe agora! Que tal abrir mão de um lanche fast food para ajudar a colocar uma refeição simples no prato de quem não tem o que comer?

Com uma oferta mínima de R$ 40,00 você pode ser resposta a esta grande necessidade, a fome no mundo.